Alagoas tem o 2° maior percentual de leitos de UTI ocupados do Nordeste

Com pouco mais de 1,2 mil leitos para pacientes com o novo coronavírus e, desse total, 252 vagas na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), a taxa de ocupação segue preocupante em Alagoas, estado que aparece entre os mais sobrecarregados no país e que chegou à sétima colocação no fim de semana, segundo levantamento do G1.

Apesar da oscilação, há dias em que o percentual tem ultrapassado 80%. De acordo com dados do G1, em relação à ocupação das UTIs na região Nordeste, Alagoas só perde para o Rio Grande do Norte, que vive uma situação de saturação da rede hospitalar. Em relação aos demais estados, fica atrás, também, do Acre, Espírito Santo, Mato Grosso, Minas Gerais e Roraima. Na manhã de ontem (29), o percentual de ocupação das UTIs em Alagoas ultrapassou, novamente, 80%; já na capital, o índice ultrapassou a casa dos 90%.

Sobre essas taxas, em nota, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) reiterou a importância de as pessoas seguirem o decreto do Governo Estadual que trata do isolamento.

“O isolamento é importante, pois contribui diretamente para que as pessoas evitem aglomerações e haja redução do contágio da Covid-19. A Sesau reforça, ainda, que o cumprimento do isolamento social tende a refletir na ocupação dos leitos exclusivos para tratamento de pessoas com a Covid-19”, informa a nota da Sesau.

No Hospital da Mulher, unidade referência no atendimento de pacientes com Covid, 98% e 100% dos leitos, respectivamente da UTI Adulto e Pediátrica, estavam ocupados ontem pela manhã.

Nessa segunda (29), o Boletim Epidemiológico da Sesau confirmou mais 804 casos de Covid-19 em Alagoas. Oficialmente, o estado tem 35,1 mil notificações da doença, 25,5 mil pacientes recuperados e mais de 1 mil óbitos, sendo mais da metade deles em Maceió.

Portal Gazetaweb

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *