Nova Maceió amplia serviços de saneamento no Tabuleiro do Martins

Programa leva esgotamento sanitário, drenagem e pavimentação a centenas de ruas da capital

Mais ruas do Tabuleiro do Martins estão recebendo serviços de esgotamento sanitário, por meio do projeto Revitaliza Maceió, que integra o Nova Maceió. O programa leva saneamento básico, drenagem e pavimentação para centenas de ruas da capital. As obras no bairro, que têm o financiamento do Banco do Desenvolvimento da América Latina (CAF), estão sendo executadas pela Prefeitura de Maceió, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminfra).

As equipes da Seminfra seguem diariamente com uma programação de serviços, que vão desde a etapa inicial – instalação da rede coletora de esgoto – até a pavimentação, para atender as necessidades de cada rua contemplada pelo programa.

Somente no Tabuleiro do Martins, desde segunda-feira (22), as equipes concentram os serviços em oito ruas para realizar as obras de saneamento, que consistem na instalação da rede de esgoto e poços de visitas.

Dentro da programação desta semana estão as ruas José Sales Pitombeira, Pedrosa, José Correia Torres, Pastor Tavares, Cícero Freitas da Silva, José Bandeira Bastos, Cruzeiro e Carlos Francisco de Farias.

Antes delas, outras ruas também já iniciaram os serviços de instalação das redes coletoras de esgotos. São elas: Rua João Lins Calheiros, Rua Doutor Jones Castro Lisboa, Eduardo Pinheiro, Romeiro de Avelar e Rua Rotary.

Todos os serviços estão sendo executados respeitando as normas de segurança em razão da pandemia de Covid-19, com os trabalhadores fazendo uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs).

No Tabuleiro do Martins, cerca de 30 ruas estão incluídas no cronograma de ações de infraestrutura, incluindo as que fazem parte do contorno de quadra da Bomba do Gonzaga e a rua do Instituto Médico Legal (IML).

Para o coordenador do projeto Revitaliza Maceió, Vitor Albuquerque, as obras que a Prefeitura de Maceió está levando para centenas de bairros da capital são necessárias, mesmo diante da pandemia.

“São regiões onde as populações sofrem com poeira e lama, condições que levam a problemas respiratórios ou mesmo doenças infecciosas causadas pela falta de saneamento básico. O projeto busca resolver esses problemas, melhorando questões de saúde pública, evitando transtornos de locomoção, dando condições de vida adequadas para os moradores”, afirma o coordenador do projeto.

Ao final, o resultado no Tabuleiro do Martins será de 27 mil metros de saneamento, 3.819 metros de drenagem e 63.710,88 m² de pavimentação. No total, mais de cinco mil residências serão beneficiadas com ligações domiciliares.

Nova Maceió

Lançado em agosto do ano passado pela Prefeitura de Maceió, com ações coordenadas pela Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminfra), o Nova Maceió irá investir, aproximadamente, R$ 420 milhões em 400 ruas da capital.

Serão mais de 400 mil metros quadrados de pavimentação, mais de 40 mil metros de rede de drenagem pluvial e, aproximadamente, 100 mil metros de rede coletora de esgoto.

Os recursos são oriundos do Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF), Banco do Brasil, Codevasf, Governo Federal e verba própria da Prefeitura de Maceió.

Secom Maceió

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *