Liverpool campeão pode fazer Inglaterra repetir Espanha e ter dois campeonatos de 100 pontos

Guardiola ergueu a pontuação do Campeonato, mas primeiro time a alcançar 100 pontos foi o Real Madrid de José Mourinho. Na Inglaterra, Liverpool pode repetir City de 2018

Jurgen Klopp mudou a cara do futebol inglês, com seu estilo rock’n roll, como o batiza, com a marcação por pressão mais agressiva do planeta. “É a única equipe do planeta que pressiona com três homens”, explicou Jorge Jesus na semana da decisão do Mundial de Clubes, em Doha, em dezembro. Ele quer dizer que o Liverpool sobe seus homens de meio-de-campo, mas os três atacantes, Salah, Mané e Firmino agridem o portador da bola ou o receptor do passe. “Nenhum outro faz isso, nem Guardiola”, explicou Jesus.

Mas foi Pep Guardiola quem subiu o patamar de pontos do campeão da Espanha. Em 2010, sua segunda temporada no Barcelona, chegou a incríveis 99 pontos. O Real Madrid bateu seu recorde, com 96, mas demitiu o chileno Manuel Pellegrini, por ter sido vice-campeão. Só em 2012, a liga espanhola chegou aos espantosos 100 pontos, anotados pelo Real Madrid de José Mourinho. Também quebrou o recorde de gols, 121 em 38 jogos.

Como revanche, no ano seguinte o Barça alcançou os 100 pontos, mas Guardiola estava em seu ano sabático. Coube a Tito Villanova a missão de treinar o campeão centenário. Pep se foi para o Bayern, Mourinho voltou para o Chelsea, houve mudança na distribuição do dinheiro de televisão e o desequilíbrio diminuiu. O Barcelona foi bicampeão na temporada passada com 87 pontos.

No tempo das ligas dos 100 pontos, a Premier League estacionava nos 89, pontuação do Manchester City, campeão de 2012, e do Manchester United, vencedor de 2013. Bastou Guardiola mudar-se para o City e Klopp desembarcar em Liverpool, para a situação mudar. Em sua primeira temporada, Pep viu o Chelsea de Antonio Conte vencer com 93 pontos e terminou em terceiro com 78.

Na segunda, o Manchester City alcançou os 100 pontos. Fez 98 no ano passado e agora vê o Liverpool com 86 pontos e mais 21 para disputar. Klopp pode chegar a incríveis 107, mas a lógica é que alcance os 100 pontos. Como na Espanha, Pep ajudou a aumentar o desequilíbrio. Também como aconteceu em seu país de origem, vê o técnico rival ameaçar a pontuação que definiu como meta.

Portal GloboEsporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *